domingo, 20 de setembro de 2015

Penteadeira

teste

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

O que levar na bagagem?



                   Em casos de despedidas já ajeito o coração e me preparo para o que vier.

Em épocas de mudanças, ter que encarar o incerto é a única certeza que temos e analisar o que levar nessa viagem louca da vida faz-se necessário.

Ir embora... Ter que dizer adeus a um tanto de coisa. Despedir de pessoas que deixaremos um pouco de nós e levaremos um pouco delas consigo. Pessoas que talvez um dia conte delas para seus filhos ou lembrar-se delas quando um dia sem querer encontrar fotos antigas num álbum velho.

Para o que dizer adeus? Para coisas ruins que não voltarão, as angústias, pesadelos e dores, dizer adeus para cada vez que não desejou estar ali e quis gritar e sair em busca de felicidade, de liberdade. Dar adeus ao “lugar vago” que na verdade não era seu... Entender que você só esteve ali de passagem.

Mas, nas malas irão muito mais que pertences, mas perspectivas e lembranças do que se viveu e a saudade, que te juro que vai aumentar, da mãe, pai, irmãos, dos ursos que ficam sobre a cama, até das conversas tolas dos dias tediosos.

Aquela certeza que tudo vai mudar...

O apego do ‘‘óculos de formatura” é ilusório, podes crer! Mas, aprendemos com Exupéry que o essencial que é invisível aos olhos, não se perderá com a passagem do tempo.

E de antemão, te aconselho, as coisas boas não precisa por na bagagem, apenas leve no coração para não pesar as malas. No seu coração caberá de bom tamanho e ainda sobrará espaço, pois quando se trata de coração não são tão simples quanto pensam... E ainda mais o seu.

Espero ter um lugarzinho nele, pois sei bem que deve ser um lugar bem bonito de se estar.

Capsula destinada a Alê.